... ou a arte de bem fazer política à portuguesa
Domingo, 8 de Março de 2009
Porque hoje é o Dia Internacional da Mulher...

 

... e porque muitas mulheres e homens não conhecem a origem deste dia, deixo-vos aqui um excerto da minha dissertação de mestrado:

 

 

"O dia 8 de Março de 1857 é outro dos marcos importantes na história das mulheres no movimento operário internacional. Cansadas da discriminação de que eram alvo nos locais de trabalho e exigindo a redução do número de horas diárias de labor, de 14 para 12, e o direito à licença de maternidade, as operárias das fábricas de vestuário e têxteis de Nova Iorque promoveram aquela que seria a primeira greve feminina no mundo, acompanhada por uma marcha pela cidade. A paralisação terminou de forma trágica. Por razões nunca devidamente esclarecidas, deflagrou um incêndio na fábrica têxtil Cotton - onde as trabalhadoras se tinham refugiado da polícia, que as perseguira de forma violenta, segundo os relatos da época -, o que causou a morte a 129 mulheres.
            Em 1908, milhares de mulheres voltaram a desfilar pelas ruas de Nova Iorque, reivindicando as mesmas medidas, bem como o direito ao voto. As principais palavras de ordem eram «pão» e «rosas», significando o pão a estabilidade económica e as rosas, a qualidade de vida. Nesse ano, o Partido Socialista norte-americano cria o Comité Nacional de Mulheres, cujo primeiro acto foi o de declarar o último domingo de Fevereiro como sendo o Dia Nacional da Mulher. As primeiras celebrações ocorreram a 23 de Fevereiro do ano seguinte, encabeçadas pelo Partido Socialista, e coroaram-se de grande êxito. Em 1910, as comemorações contaram com a participação em massa das operárias das fábricas de tecido de Nova Iorque, que se encontravam em greve. Calcula-se que dos 30 mil grevistas, 80% eram mulheres. A paralisação durou três meses, tendo terminado apenas no dia 15 de Fevereiro, véspera do Dia Nacional da Mulher. 
Nesse durante o Congresso Internacional das Mulheres Socialistas, realizado em Copenhaga, sob proposta da dirigente do Partido Social-democrata alemão Clara Zetkin[1], o dia 8 de Março é instituído como o Dia Internacional da Mulher Trabalhadora, em homenagem a todas as operárias que lutavam pela aplicação de medidas que traduzissem melhores condições de trabalho e pela instituição do sufrágio feminino. A proposta foi aprovada por mais de 100 mulheres (incluindo as três primeiras eleitas para o Parlamento finlandês) oriundas de 17 países. No ano seguinte, na sequência deste encontro, realizaram-se diversas manifestações, que reuniram milhares de pessoas nas ruas da Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça. Contudo, seria necessário esperar até 1921 para que a data fosse adoptada universalmente como Dia Internacional da Mulher (que ainda hoje se assinala), o que aconteceu durante a Conferência das Mulheres Comunistas, realizada em Moscovo. Até então, o Dia da Mulher não tinha uma data uniforme. A Rússia, por exemplo, assinalou essa data no dia 3 de Março de 1913, enquanto que em França tal sucedeu a 9 de Março de 1914 e nos Estados Unidos, a 19 de Março do mesmo ano.

 


[1] Clara Zetkin (1857 – 1933) – Professora primária e política alemã, aderiu ao Partido Social-Democrata, dirigindo, a partir de 1892, o jornal oficial do SPD. Entre 1891 e 1917, foi redactora-chefe da revista Die Gleichheit (A Iguadade). Em 1895, integra a direcção do SPD como membro da comissão de control, tendo sido a primeira mulher a desempenhar estas funções. Participa em todos os congressos da II Internacional, tendo sido a responsável pelo relatório sobre a situação e o movimento das mulheres trabalhadoras. Em 1920, representou o Partido Comunista no Reichtag, fixando-se, mais tarde, na Rússia (1923 – 1927). "

Nesse mesmo ano, durante o Congresso Internacional das Mulheres Socialistas, realizado em Copenhaga, sob proposta da dirigente do Partido Social-democrata alemão Clara Zetkin



Me, myself & I
Pesquisar neste blog
 
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Posts recentes

Porque hoje é domingo....

Porque hoje é domingo...

Porque hoje é domingo....

Sugestão de solidariedade

Sugestão de solidariedade

Haja coerência!

Dar o exemplo

Porque hoje é domingo...

Sugestão de passeio

Porque hoje é domingo....

Memórias

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

Outros Jamé!
Bibliografia
"Génese e desenvolvimento do movimento feminista português (1890-1930)", dissertação de mestrado em História do século XX, FCSH/UNL, Abril de 2005
Em co-autoria: "Memórias da Siderurgia - Contribuições para a História da Indústria Siderúrgica em Portugal", coordenação Maria Fernanda Rollo, ed. História e Câmara Municipal do Seixal, 2005
É @ visitante nº...
Free Counter
Free Counter
Publicidade

Visit Animal friends from Europe
Locations of visitors to this page
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds